BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

26/09/2009

Aaaaaaaaaaaaaaaaaiiiii a minha vida



Os Xutos comemoraram hoje no Restelo os seus 30 anos de carreira , não pude la estar ,mas estive la ontem a ouvir os ensaios e pelo que se pode ouvir ao fim destes anos todos ainda lhe continuam a dar com muita alma.Quer se diga que ja foi melhor e que agora esta muito comercial,não são indiferentes a ninguem e os 30 anos ja ninguem lhes tira e nesses 30 anos souberam manter-se unidos como uma familia apesar dos varios contratempos que por vezes surgiram e que os poderia ter afastado como afastaram tantas outras bandas do Pop rock Nacional.Uma carreira feita de altos e baixos e muitos km corridos na estrada os Xutos passam por gerações e Portugues que se preze ja os viu pelo menos 1 vez ao vivo.Parabens X !!


Mais de 30 mil aplaudem Xutos
Uma explosão de fogo-de-artifício às 22h30, 30 minutos depois da hora prevista, deu início a um concerto em que os Xutos & Pontapés tiveram à sua frente mais de 30 mil fãs no Estádio do Restelo, em Lisboa. Após atravessarem o recinto, protegidos por um cordão de segurança, os músicos arrancaram ao som de ‘Quem é Quem’, primeiro entre três dezenas de êxitos ouvidos ao longo da noite.


A promessa deixada pela banda de impressionar com som e luz foi cumprida: o espectáculo esteve ao nível das grandes produções internacionais. No entanto, muito do êxito desta banda que já tem 30 anos deve-se à carismática presença dos músicos e à relação de proximidade com um público que os idolatra, conhece as suas músicas de cor e assobia-as incessantemente.

O mais difícil foi mesmo entrar no Restelo. À hora marcada para o início da actuação dos Xutos, milhares ainda esperavam numa fila que dava voltas ao estádio. 'Parece que os seguranças estão a ser muito meticulosos a revistar as pessoas', ouvia-se. 'Os Xutos não começam o concerto até toda a gente estar lá dentro', garantiam da bilheteira. Mais agentes policiais foram mobilizados para a entrada e a turba começou finalmente a fluir

A actuação da banda de Zé Pedro e Tim começou com meia hora de atraso mas nem a falta de organização conseguiu estragar uma festa que começara horas antes, com actuações das bandas nacionais Os Pontos Negros e Tara Perdida.

Aliciante extra de um espectáculo irrepreensível foram, também, as prestações dos convidados. Pacman cantou uma versão meia falada de "Sangue da Cidade" enquanto Camané deu a "Homem do Leme" um levíssimo tom de fado que muito agradou aos presentes.

De resto, as quase 40 mil pessoas que encheram o Restelo vão ter muito para recordar. Num espectáculo perfeito, que primou pelos muitos efeitos especiais e que terminou com um belíssimo show de fogo de artifício, houve de tudo um pouco - e até direito a dois ‘encores'. Para quem não pôde lá estar, não há motivo para tristezas: o concerto foi gravado e o DVD não deve tardar a estar disponível no mercado.

Sem comentários:

Publicar um comentário