BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

07/09/2009

O Conselho Nacional da Juventude apresenta "20 Propostas Jovens para Portugal"




O Conselho Nacional da Juventude andou pelo País a ouvir os jovens e com base nas suas opiniões apresenta agora "20 Propostas Jovens para Portugal", vamos a ver é se serão de facto para fazer alguma coisa com elas ou se mais uma vez é so para atirar areia para os olhos dos votantes em altura de eleições e depois vai para a prateleira como é costume.

Nos últimos meses, o Conselho Nacional de Juventude (CNJ) recolheu opiniões e propostas de jovens de todo o país, de diferentes quadrantes políticos e diferentes gostos. O resultado são "20 Propostas Jovens para Portugal" e entre elas está o regresso da linha de crédito bonificado jovem e o alargamento do programa de apoio financeiro ao arrendamento jovem, actualmente atribuido a arrendatários entre os 18 e os 30 anos. O CNJ defende que o Porta 65 deveria ser mais abrangente e "englobar jovens até aos 35 anos"

Defende ainda que o Estado deveria criar uma rede virtual, onde todos os portugueses poderiam participar, dando sugestões, fazendo comentários e participando activamente em discussões.

Chama-se "República 2.0" e a ideia é aproximar os jovens da vida política. O conceito República 2.0 faz parte das "20 propostas Jovens para Portugal" que vão ser apresentadas terça-feira em Lisboa pelo Conselho Nacional de Juventude (CNJ).

Em declarações à Lusa o presidente do CNJ, Tiago Soares, explicou que com o República 2.0 "não só os jovens, mas todo e qualquer cidadão poderia participar na discussão de qualquer temática da actualidade, contribuindo activamente para as discussões que estejam a decorrer nos órgãos de soberania".


As "20 ideias para Portugal" serão apresentadas terça-feira em Lisboa e, de acordo com o presidente do CNJ, Tiago Soares, o "objectivo é que todos os órgãos de soberania, desde a Assembleia da República às juntas de Freguesia, possam assumir de forma muito clara um investimento nos jovens".

Sem comentários:

Publicar um comentário