BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

27/09/2009

O Fugitivo



O cineasta franco-polonês Roman Polanski nome artístico de Rajmund Roman Liebling, (Paris, 18 de agosto de 1933) , autor de filmes como 'O Pianista' ou 'Chinatown',sempre foi um fugitivo ,na segunda guerra mundial apos a morte da sua mãe num campo de concentração ,escapa do Gueto de Varsóvia, e passou a Segunda Guerra Mundial em fuga permanente, de um lugar para o outro.Viu mais tarde a sua mulher Sharon Tate (que estava grávida de oito meses do primeiro filho do casal) ser assassinada brutalmente no dia 9 de agosto de 1969 por integrantes da Família Manson, liderada pelo hippie psicopata Charles Manson, num dos mais famosos e bárbaros crimes da história criminal americana.Acabou por ser preso aos 76 anos este sábado no aeroporto internacional de Zurique, na Suiça onde iria receber um prémio no Festival de Cinema .Deverá ser agora extraditado para os EUA, onde responderá pela alegada violação de uma rapariga de 13 anos em 1977.O caso remonta a 1977 quando os pais de uma adolescente, na época com 13 anos, acusaram o realizador de ter drogado e violado a filha que era uma jovem manequim durante uma sessão fotográfica. Na altura, Polanski declarou-se culpado de "relações sexuais ilegais" e a Justiça aplicou-lhe uma pena de prisão de três meses.
Volvidos 47 dias de prisão efectiva, o realizador saíu em liberdade e sob fiança e apanhou um avião para a Europa. Desde então, nunca mais regressou aos Estados Unidos fixando residência em França, país natal de quem perdeu a mãe no campo de extermínio nazi de Auschwitz.
Devido aos seus problemas com a Justiça norte-americana, Roman Polanski nem sequer pôde comparecer na cerimónia da Academia de Hollywood de 2003 em que lhe foi atribuído o Óscar de Melhor Realizador por ‘O Pianista’de 2002, que tem como pano de fundo o Gueto de Varsóvia, onde esteve na infância, como judeu na Polônia ocupada pelos nazistas durante a II Guerra Mundial.
Um porta-voz do Ministério da Justiça da Suíça confirmou que “havia um pedido válido de detenção internacional e sabíamos quando ele iria chegar”, referindo-se às pressões que os EUA têm feito nos últimos anos para levar o cineasta de 76 anos a tribunal.
No início deste ano, um magistrado americano afirmou que houve má conduta do juiz original do caso, hoje falecido, mas determinou que Polansky deveria retornar aos Estados Unidos para pedir a anulação do caso e ele nunca retornou.


Ja dizia o outro, podes fugir mas não te podes esconder.Um fugitivo da justiça seja 30 ou 40 anos continua a ser fugitivo ,e ja devia ter sido detido a mais tempo.Agora vai ter tempo para realizar filmes aos quadradinhos ou o remake do fugitivo com o Harison Ford.
É sempre bom ver a influencia que alguem tem no mundo politico e os amigos a fazerem de tudo para o tentar safar como se pode ver nos seguintes comunicados.

Miterrand disse estar "atordoado" com a notícia.
O ministro de Cultura Frederic Mitterrand divulgou que tanto ele quanto o presidente Nicolas Sarkozy querem ver o diretor voltar rapidamente para sua família.


Radoslaw Sikorski, ministro das Relações Exteriores da Polônia - para onde Polanski foi durante a Segunda Guerra Mundial, quando sua mãe foi morta por nazistas -, disse que pode apelar diretamente para as autoridades americanas sobre o caso.

- Estou considerando a possibilidade de solicitar ao presidente dos Estados Unidos (Barack Obama) a proclamação de um ato de clemência que resolva a questão de uma vez por todas - afirmou Sikorski.


Bernard Kouchner, ministro das Relações Exteriores da França, também emitiu uma declaração na qual diz estar em contato com as autoridades suíças para exigir que os direitos de Polanski sejam plenamente respeitados e que uma solução "favorável" seja encontrada rapidamente.


A comunidade artística também está indignada. O presidente da Associação dos Produtores de Cinema, Jacek Bromski, está perplexo com a atitude dos suíços.

- Não entedemos porque eles convidaram Polanski para um festival de cinema, onde era para ter recebido um prêmio por uma vida de realizações, e em seguida o prenderam - argumentou.

Não entendes ? É Facil!! Porque ja que não vai o Maome ou neste caso o Polanski á montanha vai a montanha ao Polansky.Estou deveras triste com esta detenção.Pode ser que agora Portugal imite e convide o Padre Frederico para lhe atribuir um premio nos proximos globos de ouro.

Sem comentários:

Publicar um comentário