BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

13/12/2009

O “superprimeiro-ministro”

Enquanto em Portugal vão surgindo notícias do que toda a gente ja sabia e falava ,que a mafia Brasileira ataca em Lisboa,alias tudo o que é Brasileira ataca em Lisboa e no resto do País.Onde comandam a segurança ilegal em bares de alterne da capital e Margem Sul, E que deram 3 tiros pelas costas a um rival, procurado pela Interpol por homicídio.
Em Italia Silvio Berlusconi aquele que se autointitula como um “superprimeiro-ministro”e que se descreve como “Todos perguntam: ‘Onde é que há alguém tão forte, com testículos de Berlusconi?’”
Aquele que desmente ter qualquer ligação á Máfia alegando que nenhum governo fez mais para travar o crime organizado mas que depois vem-se a saber e organizava festas comprometedoras que levam a que prostitutas do dia para a noite se tornem em escritoras e escrevam livros sobre essas festas com o titulo de ‘Gradisca Presidente’ (‘Desfrute Presidente’)onde o definem desta forma.."Asfixiava-me com os seus beijos. Beijamo-nos um número infinito de vezes. Beijou até as minhas partes íntimas",bastante parecido com o lirismo poetico de Carolina Salgado,mas mesmo assim na mesma linha das cronicas da revista Gina,portanto um sucesso de vendas.
Aquele que recentemente foi considerado a estrela rock do ano pela Rolling Stone de Italia pelo seu temperamento e estilo de vida, que "superam a definição de rock and roll".
Recebeu agora a estatueta atirada por um fan ao estilo do que ja tinha acontecido anteriormente com outra Grande estrela do rock,o Bush,quando lhe foi arremassado um sapato.Por azar o fan não tinha la muita pontaria e acertou na face do “superprimeiro-ministro”que o levou a ter que ser evacuado de emergencia para o Hospital.Fica no entanto a nota que a estatueta esta entregue e esperemos por mais e empolgantes capitulos na saga do suuuuuuuper primeiro-ministro.


Itália: Após comício em Milão marcado por tensão e insultos

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, foi ontem insultado e depois agredido à saída de um comício em Milão. Ao que se sabe, o agressor atirou uma estatueta da catedral de Milão à cabeça do líder de governo, que teve de ser internado para tratar um golpe profundo no rosto.


A polícia imobilizou o homem quando este já tinha sido agarrado por um grupo de apoiantes de Berlusconi que se preparava para fazer justiça pelas próprias mãos. 'A polícia salvou-o de ser linchado pela multidão', confirmou uma testemunha.

A tensão cresceu durante o comício, sobretudo quando Berlusconi criticou a oposição de 'esquerda marxista'. Nesse momento foi interrompido por gritos e impropérios e respondeu afirmando que 'é a postura liberal' e 'o respeito pela liberdade' que o distingue dos radicais 'que insultam e condenam'.

No entanto, a agressão não teve razões políticas, pois o responsável pelo ataque foi identificado como Massimo Tartaglia, de 42 anos, um deficiente mental sem cadastro que há 10 anos está em tratamento.

A segurança de Berlusconi impediu o primeiro-ministro de ir pessoalmente pedir explicações ao agressor. Com sangue a brotar do lábio superior, foi metido apressadamente no carro oficial e levado para o Hospital San Rafale, onde permaneceu durante a noite em observação. Além de um golpe no lábio ficou com dois dentes partidos e contusões.

PORMENORES

SEM ANTECEDENTES

O agressor, identificado como Massimo Tartaglia, tem 42 anos, sofre de problemas mentais e está a ser acompanhado por psicólogos há 10 anos. Segundo a polícia, não tem antecedentes criminais.

NÃO FOI A PRIMEIRA VEZ

Esta não foi a primeira vez que Berlusconi foi agredido em público no desempenho das suas funções. Há cinco anos, em Roma, um turista atingiu-o com o tripé de uma máquina fotográfica, causando-lhe ferimentos ligeiros na orelha direita.

Sem comentários:

Publicar um comentário