BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

02/12/2009

Polícia ocupa favelas do Rio

Nas terras de Vera Cruz andam todos muito dedicados a resolver os problemas da criminalidade para receber os jogos Olimpicos e o Mundial,conforme ja tinha avançado neste blog.
Desta vez resolveram ocupar duas favelas das mais perigosas da cidade do Rio de Janeiro,é a chamada guerrilha urbana e no meio de muitos criminosos devem haver muitos inocentes , mas isso como em qualquer guerra ha sempre danos colaterais e os governantes do Brasil não parecem estar muito preocupados com eles.É a maxima de atingir os fins sem olhar a meios ,mas para atingirem esses fins não convem so invadir e pacificar as favelas ja que a verdadeira criminalidade começa sempre dentro dos proprios orgãos do estado como a Policia,os que dantes serviam para se aproveitarem e facturarem com os criminosos hoje são vistos como os que irão salvar o povo do crime,desenganem-se.

Brasil: Nova estratégia para pacificar bairros violentos

A polícia do Rio de Janeiro ocupou ontem duas das mais perigosas favelas da cidade, a Pavão-Pavãozinho e a Cantagalo, localizadas entre os bairros de Copacabana e Ipanema, os dois mais turísticos da capital carioca. Desta vez não se trata de mais uma operação momentânea para combater o tráfico de droga, mas antes de uma ocupação definitiva, para implantar o projecto de Polícia Pacificadora, que já teve sucesso em outras cinco favelas.


Os militares, que enfrentaram forte resistência dos traficantes locais, estavam ontem a ocupar todo o território das duas favelas, usando cães farejadores para localizar depósitos de armas e esconderijos de narcotraficantes nas matas circundantes. A polícia de choque e os demais efectivos treinados para confronto directo vão permanecer na região até que sejam expulsos todos os criminosos que controlavam as duas favelas.

Segundo o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, este trabalho de ‘limpeza’ estará concluído até ao Natal, altura em que será instalada a Unidade de Polícia Pacificadora. Os agentes que integram esta força são especialmente treinados para interagirem com a população e ficam em permanência na comunidade, participando na sua rotina e criando laços de confiança com os moradores.

Ao mesmo tempo, como sucedeu nas cinco favelas já pacificadas este ano, o Estado, até agora omisso, entra em força no local, garantindo à população serviços e infra--estruturas até agora inexistentes.

Os próximos alvos da estratégia são as favelas Morro dos Cabritos e Ladeira dos Tabajaras, duas das mais violentas de Copacabana.

Sem comentários:

Publicar um comentário