BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

18/10/2009

Primeira mulher de Bin Laden conta vida com terrorista


A ex mulher de Bin Laden resolveu bem ao jeito de algumas famosas da nossa praça e ex mulheres de jogadores de futebol lucrar alguns trocos revelando factos da vida a 2 com o seu famoso marido e vai lançar um livro onde conta entre outras coisas que Bin Laden arreava nos filhos forte e feio.Pode ser que agora começe a aparecer em festas e desfiles de moda ca em Portugal juntamente com a Nereida ou a jaciara.É so Duques!!


Gostava de plantar girassóis, de ouvir os noticiários da BBC no rádio e de acelerar pelo deserto em automóveis potentes. Era autoritário e batia nos filhos quando sorriam demasiado. Falamos de Osama bin Laden, o homem que viria a tornar-se líder da al-Qaeda, cuja vida é esmiuçada num novo livro, escrito a meias pela primeira mulher, Najwa, e pelo quarto filho, Omar.


‘Crescendo com bin Laden’, obra da qual o jornal britânico ‘Daily Telegraph’ avançou ontem alguns excertos, conta a história de Osama bin Laden enquanto marido e pai, incidindo sobre o aspecto familiar da sua vida, mas oferecendo igualmente indícios sobre a personalidade daquele que viria a ser o terrorista mais procurado do Mundo.

Najwa casou-se aos 15 anos com Osama, seu primo, então com 17 anos. Tiveram sete filhos, o quarto dos quais, Omar, partilha a escrita do livro com a mãe, e ajuda a desvendar alguns dos aspectos menos conhecidos da vida do terrorista. Como a paixão por carros desportivos: "Nada lhe dava mais prazer do que acelerar até ao deserto num carro veloz, que depois largava para fazer longas caminhadas", escrevem. Chegou a ter um Mercedes dourado e um barco a motor.

Em casa, a disciplina era férrea. Os filhos eram espancados por motivos tão fúteis como mostrar demasiado os dentes ao sorrir. Para formar o carácter, eram obrigados a passar noites ao relento no deserto, ou eram forçados a escalar montanhas sem água nem comida.

Quando Bin Laden trocou a Arábia Saudita pelo Sudão, Najwa foi proibida de usar qualquer aparelho eléctrico em casa. "O que Osama gostava mesmo era de plantar girassóis e milho", lembram.

Najwa e Omar deixaram o Afeganistão antes dos atentados do 11 de Setembro e nunca mais viram bin Laden.

Sem comentários:

Publicar um comentário