BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

23/10/2009

Viagem a Marte só em 39 dias


Conforme a tecnologia vai avançando vão aparecendo novas formas que nos vai possiblitando ficarmos cada vez mais perto dos outros planetas,uma viagem a Marte coisa que demorava anos agora podera ser feita em 39 dias.Daqui a alguns anos em vez de irmos passar ferias ao Algarve vamos antes para Marte.

Projecto: Motor de plasma para viagens interplanetárias

Uma missão tripulada a Marte é um desafio avassalador que se situa quase no limite das capacidades tecnológicas actuais.


Utilizando os foguetes químicos tradicionais, uma eventual viagem até Marte leva cerca de seis meses, na melhor das hipóteses, o que no total de ida e volta se traduz em dois anos, a maior parte do tempo reservada para esperar por um alinhamento planetário correcto para regressar.

E para que seres humanos viagem com segurança a Marte, e mais além, será importante fazê-la o mais rapidamente possível, reduzindo assim a exposição da tripulação à imponderabilidade e à radiação espacial (o factor mais limitante, para além do económico).

A solução, depois de cinquenta anos a utilizar comburentes químicos, parece estar num motor a plasma desenvolvido pela empresa Ad Astra Rocket, da Costa Rica, que promete uma viagem rápida a Marte em apenas 39 dias.

A empresa conseguiu já um contrato com a NASA para testar o propulsor de 200 kW VASIMR engine na Estação Espacial Internacional (ISS) em 2013.

Os testes na ISS levam impulsos periódicos à estação espacial, que perde gradualmente altitude devido ao arrasto atmosférico (atrito com o ar). Actualmente, os impulsos são realizados por uma nave com motores convencionais, que consomem 7,5 toneladas de combustível por ano. O motor VASIMR proporcionará à NASA uma economia de milhões de euros: necessitará apenas de 0,3 toneladas de árgon.

Os foguetes actuais queimam o combustível e os gases são expelidos para trás em grandes quantidades. Isto provoca uma aceleração muito forte, mas em poucos minutos são consumidas toneladas de combustível. No entanto, o motor de plasma tem uma aceleração muito pequena, a ponto de o tornar inútil para descolar de um planeta. Ao contrário, é ideal para uma viagem interplanetária, a partir da órbita de um corpo celeste e onde já não exista fricção atmosférica.

PRÓXIMOS LANÇAMENTOS

- JUNO País: EUALançamento: Julho 2010-Objectivo: Orbitador polarde Júpiter

-VENUS CLIMATEORBITER – PLANET CPaís: JapãoLançamento: Maio 2010Objectivo: Orbitador de Vénus

-MARS SCIENCE LABORATORYPaís: EUALançamento: 2011Objectivo: Robô laboratório marciano

-PHOBOS-GRUNTPaís: RússiaLançamento: Novembro 2011Objectivo: Aterragem e recolha de amostras da lua Fobos de Marte

-YINGHUO-1País: ChinaLançamento: Novembro 2011Objectivo: Orbitador marciano

-BEPICOMBOPaís: Europa/JapãoLançamento: Setembro 2012Objectivo: Orbitador duplode Mercúrio

-MAVENPaís: EUALançamento: Dezembro 2013Objectivo: Orbitador marciano

-SOLAR ORBITERPaís: EuropaLançamento: 2015Objectivo: Orbitador solar

NASA DEVE DEIXAR A LUA

Um painel especial independente, nomeado pelo presidente norte-americano, Barack Obama, para examinar o programa de exploração espacial tripulado, afirmou que o plano da NASA para revisitar a Lua é uma missão errada com o foguetão errado.

No relatório, o presidente da comissão, Norman Augustine, antigo patrão do grupo Lockheed Martin, sustenta que faz mais sentido para a NASA considerar aterrar num asteróide ou numa das duas luas de Marte.

Sem comentários:

Publicar um comentário