BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

11/11/2009

2012-Final Day



Ja muitas datas foram apontadas para o fim do mundo, quem não se recorda da mudança para o ano 2000?A proxima ira ser 21/12/2012 , os adeptos das teorias da conspiração baseiam-se no calendario Maia para confiarem nessa data e os Cepticos afirmam que os Maias nunca disseram isso e foi so especulação vinda do ocidente mais a histeria colectiva que criaram esse mito.Para mim o que os Maias queriam dizer com o fim do mundo pode ser o fim do mundo como nos o conhecemos ja que em 1900 as coisas tambem não eram como são hojes e o Planeta esta sempre em mudança.Quanto á ideia principal que esta por detras deste mito que é a morte,a todos um dia nos ira acontecer , é o que ha de mais certo , se em 2012 ou ja amanha não sabemos , agora com esta histeria que vai haver á volta desta futura data muitos tambem vão-se suicidar e nunca chegarão a saber que afinal o mundo não acaba porque para eles ja acabou.Em relação ao filme acho que deve ser daqueles filmes onde acontecem as catastrofes todas em 2horas ao estilo do Armaguedon ou do dia da independencia(ja que o realizador é o mesmo) mas deve ser bom para se ver no cinema enquanto se comem umas pipocas,aconselho.


O filme que prevê o apocalipse chega aos cinemas

John Cusack e Amanda Peet lutam pela sobrevivência da família numa trama onde reina a total destruição. O fim do Mundo possível através das novas tecnologias


‘2012’ é daqueles filmes que, no final de duas horas e meia de pura destruição, o espectador dá por bem empregue o dinheiro do bilhete. Os Maias previram o fim do Mundo para o solstício de Inverno de 2012, a 21 de Dezembro, e os geólogos confirmam-no. Este é o ponto de partida do novo filme de Roland Emmerich e a profecia do calendário Maia é levada tão a sério que até os efeitos especiais são do mais especiais que já se viu. Tão especiais que o orçamento de produção está calculado nuns astronómicos 135 milhões de euros...

Verdade seja dita, a destruição do Mundo tal como o conhecemos, com fendas que engolem cidades inteiras no grande ecrã, não será do mais credível que há mas agradeça-se a Emmerich uma visão aérea (pela pós-produção computorizada) do caos total, impossível de antever senão através do recurso às novas tecnologias.

Credível ou nem por isso – afinal, é de ficção científica que se trata –, e como Emmerich não conseguiu acabar com o Mundo em ‘O Dia Depois de Amanhã’, 2012 explora ao máximo a crença de que o Mundo pode mesmo acabar e desenvolve com adrenalina e suspense q.b. a máxima: ‘Salve-se quem puder’. De olhos postos na família e John Cusack e Amanda Peet, a salvação de um homem toma proporções de toda a Humanidade na aventura destes mortais anónimos que merecem, como qualquer personalidade, a redenção. E se a mensagem não é moralista (ambientalista), ao estilo de Al Gore, o filme não deixa de apontar o dedo à nossa culpa nos maus tratos ao planeta.

A culpa maior, em ‘2012’, será dos neutrinos, partículas em combustão que aquecem o interior da Terra a um ponto de tal forma insuportável que o planeta começa a ceder na Califórnia, pelos sismos que abrem fendas assustadoras, que devoram o Mundo até ao à China, sem dó nem piedade. Salvam-se os mais ágeis e os poderosos sem escrúpulos – que compram bilhetes para o Paraíso, qual Novo Mundo –, enbarcando numa arcas especiais, qual naves blindadas preparadas para submergir e resistir ao mais devastador dos tsunamis. E assim escaparão ao apocalipse?!... Contagem decrescente para a sobrevivência numa acção de cortar a respiração

Sem comentários:

Publicar um comentário