BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

11/11/2009

Mega-apagão-Brasil às escuras à mercê do crime

Numa altura em que o Brasil anda empenhado em resolver os problemas da criminalidade nas favelas com mega operações que vão efectuando , acontece um Mega apagão que leva a que São Paulo e Rio,fiquem na total escuridão criando o caos e potenciando o crime.Deve ter sido um aviso para terem cuidado com o que andam a mexer.
È muita coincidencia!!


: Milhões ficaram horas sem luz, água e telemóveis
A varias simultâneas em três centrais eléctricas de distribuição deixaram 19 dos 27 estados do Brasil, entre os quais a cidade-estado de Brasília e os dois mais populosos, São Paulo e Rio, na total escuridão das 22h00 de terça até, em alguns casos, ao amanhecer de ontem. O apagão, que se estendeu até ao Paraguai, deixou edifícios sem luz, água, telefones e elevadores. Nas ruas, a situação foi dramática, principalmente nas grandes cidades, onde os transeuntes passaram a ser presas fáceis de criminosos.


Não há dados fiáveis sobre a criminalidade durante o apagão, pois as esquadras, sem gerador, como no Rio, não podiam registar as queixas, e falharam até os telefones de emergência e telemóveis. Mas há relatos de arrastões em várias zonas da capital carioca. Em São Paulo, só na primeira hora de escuridão a polícia recebeu 2441 pedidos de socorro e há relatos de inúmeros assaltos à mão armada, inclusive com morte.

Milhares de pessoas procuraram protecção caminhando em grupo. Tal como aconteceu em outras cidades, o metropolitano paulista parou, e as estações, que têm segurança própria, transformaram-se em abrigos subterrâneos. Muitos hospitais deixaram de atender e em vários foi preciso transferir pacientes.

Ontem à tarde, pelo menos dez bairros do Rio de Janeiro continuavam sem semáforos e havia grandes congestionamentos, falhas de luz e também de água. Em São Paulo, 6,7 milhões de pessoas acordaram sem água e o trânsito manteve-se caótico ao longo do dia.

PORMENORES

FALTA DE INVESTIMENTO

O presidente Lula da Silva recusa críticas da oposição, que culpa o sucedido pelo desinvestimento nas infra-estruturas energéticas do país.

60 MILHÕES ATINGIDAS

O blackout atingiu pelo menos 800 cidades e mais de 60 milhões de pessoas, muitas das quais foram apanhadas na rua.

Sem comentários:

Publicar um comentário