BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

16/11/2009

Johnny Depp ajuda Nicolas Cage a pagar dívidas



Nicolas Cage actor tão bem conhecido entre nos,devido a uma gestão danosa e fraudulenta do seu antigo administrador de negócios encontra-se em ruina financeira,é o caso de mais uma figura Publica a ser roubada pelo "manager".
Para se ver que em Hollywood nem todos são adversarios e ainda ha quem de valor aos que os ajudaram no passado ,Johnny Depp ja fez saber que Cage não tera que se preocupar que ele resolvera tudo.
Eu nem gostava muito do Depp como actor mas com esta atitude ja conquistou mais pontos.


O protagonista de 'Sweeney Todd' telefonou ao famoso actor do clã Coppola para lhe dizer que não se preocupe, garantindo estar disponível para apoiar o amigo a sair da ruína financeira


Johnny Depp quer ajudar o colega de profissão e amigo Nicolas Cage a pagar as suas dívidas astronómicas e a sair da ruína financeira em que se envolveu recentemente. De acordo com uma fonte próxima do companheiro da cantora francesa Vanessa Paradis, com quem tem dois filhos, 'Johnny ligou para Nicolas e disse basicamente que ele não precisa de se preocupar, que será ajudado em tudo'.

Segundo a mesma fonte, 'Depp sente que deve a sua carreira a Cage e, se ele concordar, vai retribuir a ajuda que teve no início', na década de 80, quando o protagonista de 'Sweeney Todd' não passava de um músico desconhecido a tentar conquistar um lugar no mundo do showbiz. Foi Nicolas Cage quem lhe deu um mão e conseguiu convencer o realizador Wes Craven a integrá-lo no elenco de 'O Pesadelo de Elm Street', em 1984, filme de terror que seria um enorme êxito de bilheteira e que lançou Johnny Depp como actor.

Os problemas financeiros de Nicolas Cage, alegadamente motivados por uma gestão danosa e fraudulenta do seu antigo administrador de negócios, têm resultado em 'perdas catastróficas', conforme se lê na acção judicial que o actor interpôs entretanto contra o seu ex-funcionário. Na semana passada, o membro do clã Coppola perdeu duas casas no tradicional Bairro Francês, em Nova Orleans, propriedades que foram arrematadas em leilão por 3,9 milhões de euros, dois terços do valor de mercado dos imóveis, pelo banco credor.

Sem comentários:

Publicar um comentário