BEM VINDO! Aviso á tripulação! Aqui inicia-se mais um blog neste oceano tão vasto que é a Blogoesfera.Aqui irão ser trazidos e comentados varios assuntos que acho que sejam de salientar. Sintam-se á vontade para participar ,falem bem ou falem mal mas falem Então apertem os cintos.Vai-se iniciar a viagem. .

15/11/2009

O Macho Latino

Em Inglaterra um Preso andou a ter aventuras amorosas com uma guarda prisional dentro da propria cela,onde aproveitavam para irem tirando fotografias artisticas com o telemovel e onde a guarda acabou por engravidar e ter um filho.Claro que o preso so podia ser um Don Juan nacional,que a guarda prisional vai agora dois anos e meio dentro e assim se põe termo a uma linda historia de amor .Ao fim de tanto tempo é que se descobriu este caso , tendo em conta que é uma prisão que deve ter mais presos ao lado e á frente , ou não disseram nada porque o espectaculo era bom e de borla ou eles os dois mantinham uma relação amorosa muda.
A filha quando for mais crescida e souber desta historia ira tentar fazer dinheiro com ela ja que é propria de um filme de hollywood, e o actor que ira fazer o papel de preso deve ser o joaquim de Almeida.

Inglaterra: Guarda prisional apaixona-se por criminoso luso
Guarda e recluso faziam sexo na cela
Ele é um preso português em Inglaterra, ela uma guarda prisional britânica. Apesar de em lados opostos da lei, o amor uniu-os dentro do Estabelecimento Correcional de Aylesbury. E nem as grades da cela de Nélson Simões Lopes Delgado, na altura com 18 anos, preso após um roubo violento a um casal, travaram este amor que se julgava impossível. Kelly-Anne McDade, de 31 anos, aproveitava o seu turno para manter relações com Nélson na cela. Engravidou, teve o filho e agora foi condenada pelo Tribunal de Aylesbury a dois anos e meio de prisão.


A história remonta a Fevereiro de 2008, quando Kelly-Anne se apaixonou por Nélson. Durante o seu turno, mantinha relações dentro da cela com o prisioneiro e tiravam fotografias com o telemóvel.

A guarda-prisional engravidou três meses depois, dando à luz um menino no passado dia 20 de Fevereiro. Ainda antes, câmaras de vigilância da prisão desmascararam o caso e Kelly-Anne demitiu--se. Mas foi julgada. "A sua conduta é reprovável. Abusou da sua autoridade no local de trabalho e colocou todos os colegas em risco", disse o juiz que a condenou. Agora, o amor será vivido em celas e prisões separadas.

Sem comentários:

Publicar um comentário